A Doutrina de Balaão.


  Série da Livro de Apocalipse.

A Doutrina de Balaão.


William Branham.

Leia a conta completa em...
A Era Da Igreja De Pérgamo.

Apocalipse 2:14,
"Mas umas poucas de coisas tenho contra ti: porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem."

Agora, não se pode ter uma estrutura Nicolaíta na igreja e não ter esta doutrina em conjunto. Veja, se tirar a Palavra de Deus e o movimento do Espírito como forma de adoração (aqueles que Me adoram, adoram-Me em Espírito e em Verdade), então vai ter de dar às pessoas outra forma de adoração como substituto, e a substituição significa Balaamismo.

Se vamos entender qual é a doutrina de Balaão na igreja do Novo Testamento, seria melhor voltar atrás e ver qual foi essa doutrina na igreja do Velho Testamento e aplicá la a essa terceira era e depois trazê-la até ao presente.

A história encontra-se em Números, Capítulos 22 até 25.

Agora, sabemos que Israel era o povo escolhido de Deus. Eles eram os Pentecostais daquele dia. Eles tinham-se refugiado debaixo do sangue, tinham sido todos baptizados no Mar Vermelho e saíram das águas a cantar no Espírito e a dançar debaixo da energia do Espírito Santo, enquanto Miriã, a profetiza, tocava o tamborim. Bem, passado algum tempo na jornada, estes filhos de Israel chegaram a Moabe. Lembra-se então de quem era Moabe. Foi filho de Ló através de uma das suas próprias filhas e Ló, por seu turno, era sobrinho de Abraão, por isso, Israel e Moabe eram parentes. Quero que veja isto. Os Moabitas conheciam a verdade, vivessem ou não essa verdade.

Assim, Israel chegou às fronteiras de Moabe e enviou mensageiros ao rei dizendo: “Somos irmãos. Deixa-nos passar pela tua terra. Se o nosso povo ou os nossos animais comerem ou beberem alguma coisa, nós vamos pagar de boa vontade.” Mas o Rei Balaque ficou muito agitado. Esse chefe daquele grupo Nicolaíta não ia deixar a igreja passar com os seus sinais e prodígios e várias manifestações do Espírito Santo, com as suas faces a brilhar com a glória de Deus. Era demasiado arriscado, já que ele podia perder alguma da sua plateia. Assim, Balaque recusou-se a deixar Israel passar. De facto, o seu medo deles era tão grande, que enviou um profeta mercenário, chamado Balaão, e pediu-lhe para ser intermediário entre ele e Deus e que pedisse ao Todo-poderoso para amaldiçoar Israel e que os fizesse impotentes.

E Balaão, tendo muita vontade de fazer parte dos assuntos políticos e tornar-se um homem importante, ficou muito contente de o fazer. Mas já que tinha de abordar e receber uma audiência da parte de Deus para amaldiçoar o povo, já que não o podia fazer por si mesmo, ele foi perguntar a Deus se podia ter a Sua permissão para ir. Agora, isso não é como os Nicolaítas que temos hoje connosco? Eles amaldiçoam toda a gente que não vá com eles.

Quando Balaão pediu a Deus permissão para ir, Deus não lhe permitiu. Bem, isso magoou-o! Mas Balaque insistiu, prometendo-lhe recompensas e honra ainda maiores. Assim, Balaão voltou a ir ter com Deus. Agora, uma resposta da parte de Deus devia ter sido suficiente; mas não era para o obstinado Balaão. Quando Deus viu a sua perversão, disse-lhe então para se levantar e ir. Ele rapidamente albardou o seu jumento e foi. Ele devia ter percebido que isto era apenas a vontade permissiva de Deus e que não seria capaz de os amaldiçoar se fosse vinte vezes e tentasse vinte vezes.

As pessoas são tão parecidas com Balaão hoje! Crêem em três Deuses, baptizam-se em três títulos em vez do NOME e, ainda assim, Deus envia o Espírito sobre elas como fez com Balaão e continuam a crer que estão certas e aqui estão elas como, na verdade, perfeitas Balaamitas. Veja, a doutrina de Balaão: Vai em frente. Faz à tua maneira. Eles dizem: “Bem, Deus tem-nos abençoado. Deve estar tudo bem.” Eu sei que Ele vos tem abençoado. Eu não nego isso. Mas é a mesma via da organização que Balaão tomou. É rebeldia para com a Palavra de Deus, é falso ensinamento.

Assim, Balaão foi irreverentemente pelo caminho até que um Anjo de Deus se levantou à sua frente. Mas esse profeta (bispo, cardeal, director, presidente e supervisor geral) estava tão cego para as coisas espirituais, através da ideia da honra e da glória e do dinheiro, que não conseguiu ver o Anjo ali com a espada desembainhada. Ele estava ali para bloquear o louco profeta. O pequeno burro viu-o e desviou-se até que finalmente apertou o pé de Balaão contra um muro de pedra. O jumento agachou-se e não continuava; não podia.

Assim, Balaão saltou para o chão e começou a bater-lhe. O burro começou então a falar com Balaão. Deus deixou que aquele burro falasse numa língua! Aquele burro não era nenhum híbrido; ele era a semente original. Ele disse ao profeta cego: “Não sou teu burro, e não te tenho carregado fielmente?”

Balaão respondeu: “Sim, sim, tu és o meu burro e tens-me carregado fielmente até agora; e se eu não te consigo fazer avançar, vou matar-te… ei! O que é isto, a falar com um burro? É engraçado, eu pensei que ouvi o burro a falar e estava a responder-lhe.” Deus tem sempre falado numa língua. Ele falou no banquete de Belsazar e depois no Pentecostes. Ele está a fazê-lo hoje mesmo, mais uma vez. É um aviso do juízo que virá brevemente.

Depois o Anjo foi tornado visível a Balaão. Ele disse a Balaão que, se não fosse pelo burro, ele estaria morto ali mesmo por tentar a Deus. Mas quando Balaão prometeu voltar para trás, ele foi enviado com uma admoestação para falar apenas aquilo que Deus lhe deu.

Assim, Balaão foi e edificou sete altares para os animais limpos do sacrifício. Ele matou um carneiro, representando a vinda do Messias. Ele sabia como abordar Deus. Ele tinha a mecânica correcta; mas não tinha a dinâmica, tal como agora. Não conseguem ver, Nicolaítas?

Ali estava Israel em baixo no vale a oferecer o mesmo sacrifício, a fazer as mesmas coisas, mas só um tinha os sinais a segui-lo. Só um tinha Deus no seu meio. A forma não o vai levar a lado nenhum, não pode assumir o lugar da manifestação do Espírito. Foi isso que aconteceu em Nicéia. Eles aprovaram a doutrina de Balaão, não foi a doutrina de Deus. E tropeçaram; sim, caíram. Tornaram-se homens mortos. Depois de fazer o sacrifício, Balaão estava pronto a profetizar. Mas Deus atou a sua língua e ele não conseguiu amaldiçoá-los. Ele abençoou-os.

Balaque ficou furioso, mas não havia nada que Balaão pudesse fazer acerca da profecia. Tinha sido falada pelo Espírito Santo. Assim, Balaque disse a Balaão para descer até ao vale e olhar para a última parte do povo para ver se não havia alguma hipótese de os amaldiçoar. A táctica que Balaque usou é a mesma táctica que eles usam hoje. As grandes denominações olham para os pequenos grupos e qualquer coisa que consigam encontrar no meio deles para criar escândalo eles vão publicitar e anunciar. Se os modernistas vivem em pecado, ninguém diz nada acerca disso; mas deixe que um dos eleitos se meta em sarilhos e todos os jornais o anunciam pelo país.

Sim, Israel tinha a sua última parte (carnal). Eles tinham o seu lado que não era digno de louvor; mas apesar das suas imperfeições - pelo propósito de Deus que opera através da eleição, pela graça e não pelas obras - ELES TINHAM A NUVEM DE DIA E A COLUNA DE FOGO DE NOITE, ELES TINHAM A ROCHA FERIDA, A SERPENTE DE BRONZE E OS SINAIS E PRODÍGIOS. Eles eram vindicados, não neles mesmos, mas em Deus.

Leia a conta completa em...
A Era Da Igreja De Pérgamo.


Clique em uma imagem para baixar em tamanho grande foto ou PDF.


Os atos do profeta.

(PDFs)

The Two Babylons

by Rev Alexander Hislop.
(PDF Inglês)

Um lado da montanha
e roseira na neve
em China.

Lírios de Fogo.

 

Pilar de fogo
- Houston 1950

Luz em uma rocha
da pirâmide.


O livro do Apocalipse.
Continua na página seguinte.
(Aquela Mulher Jezebel.)

Deus tem
muitos títulos...
mas Ele tem apenas
único nome humano.
E esse nome
é Jesus.


O mistério de Cristo.

Inglês site newsletter.

O livro do Apocalipse.

 

Deus e Ciência série.
- Arqueologia.

Rapto está chegando.

 
 

Principais ensinamentos da mensagem.

A nuvem sobrenatural.

Pilar de fogo.

As boas notícias.
Jesus morreu pelos seus
pecados.

Batismo na água.

 
 

A Shekinah glória de Deus.

O túmulo está vazio.
Ele está vivo.

Os Precursores.

Deus é Luz.

A Divindade Explicada.

Os atos do profeta.

As sete eras da igreja.

Os sete selos.

Deus e História série.
Profecias de Daniel.

Série caminhada Cristã.

A série de Natal.

Vivendo Palavra série.

Tempo do fim série.

O nome de Deus.

A Visão De Patmos.

Arca de Noé.

Bíblico da Geologia.

Pecado original.
Era uma maçã?

Mitologia na Bíblia.
A Fonte - Babilônia.
Casamento e Divórcio.
Deus e Ciência.
- Evolução.

Essa Mulher Jezabel.

Nossa idade Laodicéia.

Cristo fora da Igreja.

A Nicolaítas.

O Anjo Aparece.

A voz do sinal.

Morte. E então?

Mistério Babilónia.

Deus e Ciência.
Microbiologia.

Deus e Ciência.
Cosmologia.

Deus e Ciência.
Mito dos dinossauros.

A vindicação de um profeta.

Julgamento Terremoto.

Armagedon.

Arqueologia.
Sodoma e Gomorra.

A cura divina.

 

Este dia esta Escritura
é Cumprida.

Nosso Sistema Solar
jovem.

Nossa lista de
mensagens.

Evidência para a
inundação.

  A escritura diz...

Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR.

Deuteronómio 6:4



Hub da mensagem...Escolha o seu idioma e baixar mensagens gratuitas do Irmão Branham.