A Deidade de Jesus Cristo.


  Série da Livro de Apocalipse.

O erro Trindade.


William Branham.

Leia a conta completa em...
A Revelação de Jesus Cristo.

Apocalipse 1:5,
“E da parte de Jesus Cristo, Que é a Fiel Testemunha, o Primogénito dos Mortos e o Príncipe dos Reis da Terra! Àquele que nos ama, e no Seu sangue nos lavou dos nossos pecados,”

Apocalipse 1:8,
“Eu sou o Alfa e o Ómega, o Princípio e o Fim, diz o Senhor, Que É, e Que Era, e Que Há de Vir, o Todo-Poderoso.”

Ouça estas palavras mais uma vez: “Eu sou o Alfa e o Ómega, o Princípio e o Fim, diz o Senhor, Que É, e Que Era, e Que Há-de Vir, o Todo-poderoso”. Isto é Deidade. Isto não é simplesmente um profeta, um homem. Isto é Deus. E não é uma revelação de três Deuses, mas de UM Deus, o Todo-poderoso.

Eles não acreditavam em três Deuses no princípio da igreja. Não se consegue encontrar esse tipo de crença entre os apóstolos. Foi depois da era apostólica que esta teoria entrou e realmente se tornou um assunto sério e uma doutrina fundamental no Concílio de Nicéia.

A doutrina da Divindade provocou uma divisão em dois em Nicéia. E dessa divisão vieram dois extremos. Um, na verdade, entrou no politeísmo, crendo em três Deuses, e os outros entraram no unitarismo. Claro que isso demorou algum tempo, mas foi assim e temos isso hoje mesmo. Mas a Revelação por João pelo Espírito às igrejas foi: “Eu sou o Senhor Jesus Cristo, e eu sou TUDO isso. Não há nenhum outro Deus”. E Ele colocou o Seu selo sobre esta Revelação.

Repare nisto: Quem foi o Pai de Jesus? Mateus 1:18 diz: “Achou-se ter concebido do Espírito Santo.” Mas o próprio Jesus afirmou que Deus era o Seu Pai. Deus o Pai e Deus o Espírito Santo, como muitas vezes expressamos estes termos, fazem do Pai e do Espírito UM. Claro que sim, ou então Jesus teve dois Pais. Mas repare que Jesus disse que Ele e o Seu Pai eram Um - não dois. Isso faz UM Deus.

Já que isto é verdade tanto na história como na Escritura, as pessoas perguntam-se de onde vieram os três. Tornou-se a doutrina fundamental no Concílio de Nicéia em 325 d.C. Esta trindade (uma palavra completamente fora da Escritura) foi baseada nos muitos deuses de Roma. Os Romanos tinham muitos deuses a quem oravam. Também oravam a ancestrais como mediadores. Foi apenas um passo até darem nomes novos a deuses antigos, por isso temos santos para o tornar mais Bíblico. Assim, em vez de Júpiter, Vénus, Marte, etc., temos Paulo, Pedro, Fátima, Cristóvão, etc., etc. Eles não podiam fazer com que a religião pagã deles funcionasse com apenas um Deus, por isso dividiram-No em três e fizeram dos santos intercessores como tinham feito intercessores dos seus antepassados.

Desde essa altura as pessoas não conseguem entender que só há um Deus com três ofícios ou manifestações. Sabem que há um Deus de acordo com a Escritura, mas tentam fazer a teoria fantástica de que Deus é como um cacho de uvas - três pessoas com a mesma Divindade partilhada igual por todas. Mas diz aqui claramente em Apocalipse que Jesus é “Aquele que é”, “Aquele que era”, e “Que há-de vir”. Ele é o “Alfa e Ómega”, o que significa que Ele é o “A até Z” ou tudo isso. Ele é tudo, o Todopoderoso.

Ele é a Rosa de Saron, o Lírio do Vale, a Brilhante Estrela da Manhã, o Renovo Justo, o Pai, o Filho, e o Espírito Santo. Ele é Deus, o Deus Todo-poderoso, UM DEUS. I Timóteo 3:16 E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado em Espírito, visto dos anjos, pregado aos Gentios, crido no mundo, e recebido acima na glória.

É isto que a Bíblia diz. Não fala de uma primeira ou segunda ou terceira pessoa aqui. Diz que Deus foi manifestado em carne, Um Deus. Esse “UM DEUS” foi manifestado em carne. Isso devia encerrar o assunto. Deus veio em forma humana. Isso não fez Dele OUTRO DEUS. ELE ERA DEUS, O MESMO DEUS. Foi uma revelação naquela altura e é uma revelação agora: Um Deus.

Vamos voltar atrás na Bíblia e ver o que Ele era no princípio de acordo com a revelação que Ele deu de Si mesmo. O grande Jeová apareceu a Israel numa coluna de fogo. Sendo o Anjo do Concerto, Ele vivia nessa coluna de fogo e guiava os filhos de Israel diariamente. No templo, Ele anunciou a Sua vinda com uma grande nuvem. Depois, um dia, Ele foi manifestado num corpo nascido da virgem que foi preparado para Ele. O Deus cujo tabernáculo estava acima das tendas de Israel tomou para Si uma tenda de carne e fez dela o Seu tabernáculo enquanto homem entre os homens. Mas Ele era o MESMO DEUS.

A Bíblia ensina que DEUS ESTAVA EM CRISTO. O CORPO era Jesus. Nele habitava CORPORALMENTE toda a plenitude da Divindade. Nada pode ser mais claro do que isso. Mistério, sim; mas, na realidade, é Verdade, não pode ser mais claro. Assim se Ele não era três pessoas naquela altura, Ele não pode ser três agora. UM DEUS: e este mesmo Deus se fez carne.

Jesus disse em João 16:27-28: “Eu vim de Deus eu volto (outra vez) para Deus.” Foi exactamente isso que aconteceu. Ele desapareceu da terra pela Sua morte, sepultamento, ressurreição e ascensão.

Depois Paulo encontrou-se com Ele no caminho de Damasco e Ele falou com Paulo e disse: “Saulo, Saulo, porque Me persegues?” Paulo disse: “Quem és Tu, Senhor?” Ele disse: “Eu sou Jesus.” Ele era uma coluna de fogo, uma luz que cegava. Ele tinha voltado a ser a mesma forma que Ele tinha antes de assumir um tabernáculo de carne, exactamente como disse que ia acontecer. Foi exactamente assim que João viu. João 1:18 “Deus nunca foi visto por alguém; O Filho unigénito, que está no seio do Pai, esse o fez conhecer.” Repare onde João diz que Jesus ESTÁ; Ele está NO seio do Pai.

Lucas 2:11 “Pois, na cidade de David, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” Ele nasceu sendo o Cristo e oito dias mais tarde, quando foi circuncidado, foi chamado Jesus, como o Anjo lhes tinha dito. Eu nasci Branham. Quando eu nasci eles deram-me o nome de William. Ele era CRISTO mas foi-Lhe dado um nome aqui entre os homens. Esse tabernáculo exterior que os homens conseguiam ver foi chamado Jesus. Ele era o Senhor da Glória, o Todo-poderoso manifestado em carne. Ele é Deus o Pai, Filho, e Espírito Santo. Ele é tudo isso.

Leia a conta completa em... A Revelação de Jesus Cristo.

Download   A Divindade Explicada.


  A Escritura diz...

Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR.

Deuteronómio 6:4



O livro do Apocalipse.
Continua na página seguinte.
(A Visão De Patmos.)

Jesus Cristo
é Deus.
O Jeová do
Antigo Testamento
é o Jesus
dos Novos.


Clique em uma imagem para baixar em tamanho grande foto ou PDF.


Os atos do profeta.

(PDFs)

The Two Babylons

by Rev Alexander Hislop.
(PDF Inglês)

Um lado da montanha
e roseira na neve
em China.

Lírios de Fogo.

 

Pilar de fogo
- Houston 1950

Luz em uma rocha
da pirâmide.

O mistério de Cristo.

Inglês site newsletter.

O livro do Apocalipse.

 

Deus e Ciência série.
- Arqueologia.

Rapto está chegando.

 
 

Principais ensinamentos da mensagem.

A nuvem sobrenatural.

Pilar de fogo.

As boas notícias.
Jesus morreu pelos seus
pecados.

Batismo na água.

 
 

A Shekinah glória de Deus.

O túmulo está vazio.
Ele está vivo.

Os Precursores.

Deus é Luz.

A Divindade Explicada.

Os atos do profeta.

As sete eras da igreja.

Os sete selos.

Deus e História série.
Profecias de Daniel.

Série caminhada Cristã.

A série de Natal.

Vivendo Palavra série.

Tempo do fim série.

O nome de Deus.

A Visão De Patmos.

Arca de Noé.

Bíblico da Geologia.

Pecado original.
Era uma maçã?

Mitologia na Bíblia.
A Fonte - Babilônia.
Casamento e Divórcio.
Deus e Ciência.
- Evolução.

Essa Mulher Jezabel.

Nossa idade Laodicéia.

Cristo fora da Igreja.

A Nicolaítas.

O Anjo Aparece.

A voz do sinal.

Morte. E então?

Mistério Babilónia.

Deus e Ciência.
Microbiologia.

Deus e Ciência.
Cosmologia.

Deus e Ciência.
Mito dos dinossauros.

A vindicação de um profeta.

Julgamento Terremoto.

Armagedon.

Arqueologia.
Sodoma e Gomorra.

A cura divina.

 

Este dia esta Escritura
é Cumprida.

Nosso Sistema Solar
jovem.

Nossa lista de
mensagens.

Evidência para a
inundação.


Hub da mensagem...Escolha o seu idioma e baixar mensagens gratuitas do Irmão Branham.